Insónia

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

O problema da insónia é o medo.

Na primeira noite, está tudo bem, é só um glitch, dormes pouco, mas dormes, logo se vê.

Na segunda noite dormes menos e preocupas-te um bocadinho. Então mas isto agora deixou de funcionar?

Na terceira noite estás exausto, já são duas a pouco dormir, mas começa o nervoso miudinho quando se aproxima a hora de apagar a luz e puxar as cobertas e quando os olhos começam a focar o tecto, à procura de alguma coisa no escuro, o pânico instala-se. Alguma coisa partiu, algures e nem sabes bem onde se muda a peça… Nem sequer que raio de peça é.

E aí, vais ao armário dos medicamentos e tomas qualquer coisa, com aquela noção de que não podes tomar sempre qualquer coisa, mas com a nítida sensação de que, de alguma maneira estranha e incompreensível, te esqueceste como se dorme.

Tags

Deixar comentário. Permalink.

3 comentários a “Insónia”

  1. Não há nada que nos corroa tanto como esse medo/nervoso miudinho. no meu caso a peça que partiu foi arranjada mas deixou mazelas.. é uma merda.

  2. Pedro Rebelo says:

    Bem, pelo menos sempre estás com a Sónia… Eu cá, nem por isso e acredita, não sei o que será pior. Para todos os efeitos, passo a noite a dormir mas ao acordar de manhã a sensação é a de que passei metade da noite acordado, a tentar dormir e a não conseguir. Passo as manhãs a bocejar… Já lá vão 4 dias… E não há nada para tomar (detesto tomar o que quer que seja). E diz a Susana “mas dormiste a noite toda”… Pois. Não me parece.
    Estamos a ficar velhos…

Deixar um comentário

Redes de Camaradas

 
Facebook
Twitter
Instagram