A velocidade das coisas

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Tenho andado com muito pouco tempo para escrever, mas não podia deixar de registar a velocidade estonteante com que o meu filho se está a desenvolver. Com os miúdos pequenos as coisas andam sempre depressa: crescem, mudam de hábitos, aprendem coisas novas muito rapidamente. Mas nos últimos dois meses as coisas aceleraram nitidamente.

Ultimamente anda fascinado com o plural das coisas embora ainda não perceba muito bem como funciona, repete praticamente tudo o que lhe dizemos e parece ter especial prazer por polissílabos: hoje estava cuidadosamente a decompor a palavra “máscaras” (no plural, claro).

O brinquedo de eleição é o carro ou melhor, “os carróish” com os quais passa horas entretido sem ligar a mais nada (não, nem à TV). Faz elaboradas filas de carros que vai avançado cuidadosamente e fazendo passar por túneis e pontes construídas com a pista de carrinhos da Imaginarium.

Ontem, fazia passar um carro de cada vez pelo túnel, depois punha-se de pé e dizia-me: “olha, pai, o carro passou pelo túnel!” (pronunciado à criança de 2 anos, claro), e depois repetia com o carro seguinte.

E hoje, a mãe foi dar com uma longa fila de carros… vermelhos. Escolheu de todos apenas os vermelhos e pô-los em filinha. Como já diz “Benfica” (aprendeu durante os 5-0 ao Leixões), e mostra predilecção pelo vermelho, podemos ficar descansados quanto às suas qualidades de chefe de família no futuro.

Além disto também já responde que tem dois anos, gesto dos dedos incluído e demos com ele ontem a passar o dedo pela letra “o” do nome dele que está colado na cabeceira da cama e a dizer “cír-cu-lo”.

Hoje antes de dormir esteve a brincar com um livro que tem formas geométricas magnéticas para colar nas páginas e não só voltou a dizer (e identificar correctamente), “círculo”, mas também “quadrado” e “triangulo”.

Tendo em conta que já sabe contar até dez, se se concentrar e não começar a dizer números ao acaso, já só falta mesmo ensinar-lhe a ler para que passe a ter uma cultura superior à de Cavaco Silva.

Tags

Deixar comentário. Permalink.

4 comentários a “A velocidade das coisas”

  1. Tens a certeza de que o gesto que faz com os dedos para indicar a idade não é qualquer tique que tenha aprendido com a Manuela Ferreira Leite?

  2. Daniela says:

    Muitos parabéns pelo teu bebé. Eles surpreendem a toda a hora, tamanha é a capacidade de aprendizagem e absorção de informação.

    E tirando a parte do Benfica, estou certa que será um excelente chefe de família. ;)

  3. “olha, pai, o carro passou pelo túnel!” (pronunciado à criança de 2 anos, claro)

    ou seja já fala melhor que o Joe Berardo.. :D

    Abraços e Felicidade

Deixar um comentário

Redes de Camaradas

 
Facebook
Twitter
Instagram