Wheelstand Pro

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

basicfolded

Agora que já dei umas voltas no Logitech Driving Force GT montado no Wheelstand Pro já vos posso dizer o que acho deste suporte para volantes fabricado na Polónia (imagem de http://www.wheelstandpro.com/).

Antes de mais nada fiquei impressionado com a embalagem. Para ser sincero, esperava algo com o dobro… o dobro do peso e o dobro do tamanho.

Na altura não sabia se isso era bom ou mau… seria instável?

A embalagem contém o Wheelstand, instruções e ferramentas necessárias para ajustar as porcas. E não precisa de mais nada.

bicycle_parts-bicycle_clampA montagem é rapidíssima e depois de se colocar a mesa onde o volante aperta na posição desejada e de prender a dita com uma porca, todas as peças que é preciso ajustar daí para a frente são-no por via de uns apertos ao estilo de bicicletas como este que se pode ver aqui ao lado (imagem de http://www.diytrade.com/).

Basicamente, a ‘coluna da direcção’ é ajustável em altura e ângulo em relação ao chão e até agora, não senti necessidade de mais nenhum ajuste.

O volante prende-se com os seus próprios apertos de plástico à ‘mesa’ de metal do stand e fica bastante bem fixo, mesmo apertado à mão.

Os pedais assentam simplesmente nas barras horizontais do WSP, usando umas mangas de borracha para dar atrito adicional.

Até agora, não senti necessidade de prender os pedais de outra forma e mesmo para guardar o stand, a coisa aguenta-se.

Mas vamos ao essencial: a condução.

Já tinha aqui escrito que o Driving Force GT é excelente e eu tinha conduzido com aquilo preso a uma mesa que praticamente me obrigava a usar uma das mãos para a manter no sítio.

Com o Wheelstand Pro a coisa melhora por um factor de x (sendo x aqui um número qualquer à vossa escolha). Em suma, é muito melhor.

Ou seja, o Wheelstand Pro aguenta-se e bem ao forte feedback do DFGT, aguenta-se quando damos esticões ao volante, aguenta-se quando é preciso contrariar o ForceFeedback para corrigir a traseira de um Nissan GT-R a 250 km/h.

Depois de umas boas horas a jogar com o volante montado no WSP ainda só precisei de o reajustar uma vez, porque deslizou muito ligeiramente no meu chão de madeira e nunca precisei de reajustar os pedais que, apesar de apenas pousados nas barras, não se mexem, mesmo quando os trato mais violentamente.

Não sei conduzir com o método de ponta-tacão, portanto não sei se os pedais mexerão nesse caso, mas o que não faltam são métodos para os prender, se assim for (basta puxar pela cabeça).

No fim de uma sessão, basta-me dobrar o braço para cima dos pedais (como se vê na foto no início do post), e o stand está pronto para encostar a um canto até à próxima corrida. As mesmas borrachas que o impedem de deslizar no chão, fazem com que seja fácil mantê-lo encostado a uma parede, mesmo que quase na vertical.

Não tenho dúvidas que foi uma excelente compra e promete muitas horas de diversão, sobretudo se a Polyphony Digital se dignar a, finalmente, lançar o GranTurismo 5 este ano, com os 600 carros, 95 pistas, construtor de pistas e formação de clubes e equipas de corrida online.

Tags

Deixar comentário. Permalink.

6 comentários a “Wheelstand Pro”

  1. > com os 600 carros, 95 pistas, construtor de pistas
    > e formação de clubes e equipas de corrida online

    E claro (drum roll) vehicle damage… Oops, maybe not. :-) (pequena maldade)

  2. Ricardo says:

    Aproveita, Pedro, enquanto o Tiago ainda não quer jogar… Depois é mais complicado :D

  3. Ya! Faz imensa falta! ;o)

    Um simulador ultra realista sem damage não vai com nada!

    Bem, a única vantagem é que neste momento podemos bater nos outros para corrigir a nossa trajectória (mas não acho que seja muito realista a física da coisa).

    PS: controlar um Nissan GT-R? pfffuf, compra o Mercedes SL e vê o que é dificuldade controlar (com os assistentes todos desligados e force feedback no máximo :oP)

    By the way, acho que o G25 tem um force feedback mais fraco do que o Driving Force Pro!

    Hugz,
    Luís

    • Lixado, lixado é o Ferrari F40!

      O FF do G25 é mais fraco? Isso é estranho, estava convencido que era ainda mais forte.

      PS: conduzo sempre com o FF em 10, modo simulation, driving physics em professional e com todas as ajudas desligadas excepto a driving line.

Deixar um comentário

Redes de Camaradas

 
Facebook
Twitter
Instagram