Tiálogos XVIII. Um ano…. e meio… e… huh…

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Pronto, 21 meses é o que completas hoje, o que é dois anos menos três meses ou ano meio mais três meses ou uma coisa assim.

As duas grandes novidades dos últimos tempos são que começaste a palrar muito mais com ocasionais palavras. É verdade, já todos os teus colegas da creche dizem “Tiago”, mas tu, Moita Carrasco, continuas calado.

Sílabas e muitas palavras que nós não compreendemos, de facto, têm saído em barda mas o mais surpreendente foi há poucos dias quando vieste do quarto a dizer “xixi” e foste à casa de banho sentar-te no bacio e repetiste: “xixi”.

Não pode ter sido por acaso.

Infelizmente, falta a parte de tirar as calças, mas lá chegaremos.

A segunda novidade são os beijinhos. Começaste a dar beijinhos na palma da mão como forma de despedida e uns dias depois perguntei-te se não davas um beijinho à mãe e tu deste mesmo, na cara!

No dia seguinte fui eu que tive direito a um beijinho lambuzado de Tiago.

Um gajo tem que apreciar estas coisas porque um beijinho de um miúdo de ano e meio não é bem o mesmo que de um matulão de 16.

Não tens andado a dormir bem, mas as coisas lá em casa andam uma confusão do caraças, com infiltrações para os vizinhos de baixo, problemas com os gases do esquentador dos vizinhos de cima, tomadas queimadas e sei lá mais o quê. Andamos todos de rastos e se calhar nota-se e tens acordado durante a noite um bocado chateado.

Mas não há-de ser nada: vem aí o natal e, apesar de todos os problemas e confusões domésticas em curso, estou ansioso para ver a tua reacção às prendas.

Mais um esforço, miúdo… três meses e estás com dois anos!

Tags

Deixar comentário. Permalink.

2 comentários a “Tiálogos XVIII. Um ano…. e meio… e… huh…”

  1. José Carlos says:

    Parabéns ao Tiago e aos pais! :)

Deixar um comentário

Redes de Camaradas

 
Facebook
Twitter
Instagram