A grande reparação

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Foi em Julho de 2007 que se rompeu um cano de esgoto da coluna do nosso prédio, logo por azar, no nosso apartamento. Bom, não foi azar, foi uma montagem feita à parva de um esquentador que cuja tiragem de gases foi tão metida à pressão que, com o passar dos anos, foi derretendo o esgoto.

Vieram cá uns tipos que partiram a parede da cozinha toda para chegar ao esgoto que repararam, apenas para rebentar novamente, pouco tempo depois.

Vieram outros que repararam a coisa melhor, mas meteram amianto a proteger o cano.

Finalmente, veio cá um gajo reparar uma torneira na casa de banho que acabou a mudar a banheira e, depois de lhe pedirmos para reparar o buraco na cozinha, mostrou-se incapaz. Apesar de ser, aparentemente, pedreiro, construtor, especialista e o caneco.

A coisa ficou por fazer.

Ontem, apercebemo-nos que os pedaços que betão que tinham sido deixados a escorar a cabeça de cavalo onde encaixavam os tubos de saída do esquentador e exaustor, tinham caído. As tubagens moveram-se, a do exaustor soltou-se e o esquentador estava a apagar-se durante o uso.

Isto indica, normalmente, que os gases de saída do esquentador estão a voltar para trás e que a válvula de segurança do dito corta o gás. Ou isso, ou o esquentador estava a ficar sem pilhas.

Mas nós estávamos fartos e isto foi a gota de água. Monóxido de carbono não tem piadinha nenhuma e não estávamos dispostos a deixar passar nem mais um dia.

De manhã fomos ao Leroy Merlin, onde torrámos 500 euros. Grande parte dos quais num novo esquentador Vulcano, não por paranóia, mas porque o esquentador que cá temos já andava debaixo de olho para ir para o lixo há uns meses e resolvemos aproveitar.

Depois de almoçarmos no Forum, voltámos para casa e metemos mãos à obra. O processo ficou documentado em dez fotos que tenho num set no flickr.

Mas o resultado final é este:

Passo 10: Tudo tapado!

Era tão complicado para o pedreiro que estava a preparar-se para tapar o buracão com dois pedacinhos de contraplacado que nós, novatos nisto do cimento e dos tijolos, tapámos o buraco numa tarde.

Usámos tijolos refractários, lã de rocha para separar o tubo que aquece do que derrete, madeira para fazer uma cofragem para iniciar a cimentação e, a estrela da festa, um fantástico cimento de secagem rápida da Aguaplast, chamado “Rapiduro”.

Sim, é possível que Rapiduro também seja um nome de um medicamento para a disfunção eréctil.

O buraco está tapado. Resta estucar e pintar, o que devemos fazer até ao final da semana, após o que poderemos montar o novo esquentador.

Happy days.

Tags

Deixar comentário. Permalink.

16 comentários a “A grande reparação”

  1. E nisto, os pedreiros que por aí passaram e não souberam fazer o trabalho, acabam de levar na boca.

  2. Olha, e fazes orçamentos grátis? :)

  3. Nuno says:

    o Diabo seja surdo (cego neste caso :) ), mas se um dia isso avariar/explodir e causar dano num componente partilhado do predio, nao ha seguradora que lhe toque.

    Nao tens culpa das limitcoes dos teus pedreiros e outros contratados, e ainda menos da forma como o predio foi construido, mas as canalizacoes de gas deveriam ser sempre separadas do dominio da bricolage.
    Boa sorte.

  4. Mas eu não mexi em nenhuma canalização de gás, limitei-me a tapar um buraco na parede.

  5. Daniel: nem foi muito complicado, acho que o problema era preguiça, porque aquilo dá trabalho e cansa. :-P

    Jonas: uma dia destes ainda me meto no negócio…

  6. Nuno says:

    Pedro, o segredo nao e convenceres-me a mim, e convenceres uma seguradora a pagar em caso de chatice.

  7. Deixa estar… a minha confiança em seguradoras é absolutamente nula. Mesmo que fosse evidentemente óbvio que tudo estava de acordo com os trâmites do seguro, os gajos iam contorcer-se para não pagar nada.

    Mas não há nada ali para explodir, fica descansado. É a chaminé e o esgoto do prédio, o gás está todo cá em baixo e foi inspeccionado há pouco tempo.

  8. Loira says:

    Ora aqui está um casal desenrascado! Muito bem! Agora até começas a receber pedidos de orçamento :P

  9. artur couto e santos says:

    Rapiduro é mesmo uma droga para a disfunção eréctil. Usa-se do seguinte modo: 1º toma-se um Cialis para conseguir uma erecção como deve ser; 2º Barra-se o pénis com Rapiduro e deixa-se secar. Garante-se erecção permanente e eficaz.

  10. Patricia says:

    Se fosses solteiro, casava contigo! :P
    O jeitinho que dá um homem assim dado à bricolage :)

  11. Olha que a minha gaja também ajudou bastante.

  12. ban1 says:

    Fartos de ser enganados por pseudo-especialistas de ar-condicionados, esquentadores e afins? SIM! Até quando?

    Recentemente foi-me cobrado 40 euros por um xpert da arte do esquentador que se limitou a colocar um pedaço de cartão numa peça que tinha folgado. Passado 7 dias já tinha o mesmo problema. Decidi comprar essa peça e montá-la eu mesmo. Problema resolvido por 8 euros.

    Há muita falta de honestidade nestas profissões. Conselho: não lhes tirem a vista de cima quando forem lá a casa e peçam-lhes recibo ou factura.

  13. Rute says:

    Sinceramente tiveste azar nos pedreiros que contrataste. E o edificio que tambem não foi bem projectado, infelizmente. Digo isso pois sou engenheira, e sei que esse buraco era tapado num instante. nem sei porque se recusaram a fazer-lo.

    • Também acho que tive azar, mas infelizmente parece-me que o difícil é ter sorte.

      E sim, sem dúvida que este edifício está mal projectado da cabeça aos pés bem como construído com materiais que já não se adequam às necessidades actuais.

  14. Virgílio says:

    Meu caro, não o conheço de lado nenhum, mas estou solidário com os seus “imbróglios” com tubos, vizinhos e medíocres profissionais. O seu texto fez-me rir não porque a desgraça dos outros me faça feliz mas pura e simplesmente porque escreve bem e de forma bem disposta sobre algo que não se deseja a ninguém. Gostei tanto que vou mandar o link para a minha querida, porque ela também sabe dar o valor a contratempos como o que teve. Até sempre e boa sorte pró futuro.

Responder a artur couto e santos

Redes de Camaradas

 
Facebook
Twitter
Instagram