O iPhone é um telefone de mesa

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Começaram a sair cá para fora, hoje, os preços para o iPhone em Portugal. São um assalto, com planos de mensalidades caras, tráfego limitadíssimo e valores por extensão dos pacotes-base, exorbitantes.

A comunidade geek portuguesa ficou escandalizada.

Não quero ser cínico, mas nasci assim e não consigo evitá-lo: não esperava muito melhor que isto. O problema é que, em Portugal, o iPhone é um telefone de mesa.

Eu explico.

A partir de dia 11 de Julho, todos os administradores de empresas, gestores, directores comerciais e demais homenzinhos de fatiota cinzenta e tirinha de pano ao pescoço vão querer pousar um iPhone na mesa durante as suas importantíssimas reuniões de plano, demonstração de resultados ou marketing.

E esses senhores não têm quaisquer problemas em pagar planos (aliás, as empresas desses senhores, provavelmente, encarregam-se disso), e as operadoras sabem-no muito bem.

Portugal é um país de status. As empresas obrigam certos funcionários a andar de BMW porque andar de Fiat “parece mal”. A avaliação de um fornecedor começa no parque de estacionamento e, não tenho dúvidas, continua no bolso do telemóvel ou no startup screen do portátil (hoje em dia, Mac é status e na sua ausência, o ideal é um Vaio).

Portanto estes planos para o iPhone em Portugal são 100% realistas e alinhados com a nossa comunidade empresarial.

Não é um gadget… é uma extensão peniana.

Tags

Deixar comentário. Permalink.

34 comentários a “O iPhone é um telefone de mesa”

  1. Isa says:

    ..e no caso as mulheres? é um implante mamário? lol

    uma desgraça, este nosso país..

  2. Rui Moura says:

    Bem, se eles estão a ver o aparelho única e exclusivamente a partir da componente empresarial, o Fail é maior do que eu alguma vez poderia imaginar.

    E a parte da “extensão peniana” está um must :D

  3. you got a point there. :)

    tendo em conta que já tenho uma extensão peniana (Vaio), acho que vou deixar passar esta.

  4. andrezero says:

    na mouche amigo

    desnatar é que tá a dar

  5. Pedro Rebelo says:

    Sim, extensão peniana é muito, muito bom. Amanhã vou já dar-lhe uso… Imagino a reunião…

  6. Miguel Arroz says:

    Uma extensão peniana queriam eles mas era pela peida acima… este país é só merda, em vez de se fazer as coisas com qualidade e tirar daí o sucesso, faz-se o lucro a enfiar extensões penianas pela peida dos clientes acima. E uma extensão também para a Apple, que com certeza concordará com esta merda, caso contrário não lhes tinha dado os telefones para a mão. Enfim.

  7. è mais ou menos assim, mas acho que a coisa vem pelas multinacionais, os tugas seguiram a moda. Pá dou graças a deus de poder meter a mão num sem numero de pópós que a empresa do marido lhe mete nas mãos, mas digo-te já que é pelo divertimento, e não pelo status. Cá em casa continuamos a parecer uns classe média que nosso apenas temos um polo.

    Agora que o iphone tou mesmo a cagar de alto, e quanto ao mac…bom sinceramente ainda tou muito apegada ao meu pc…a maçanita ainda não ganhou lugar no meu coração. Parece que para trabalhar não dá jeito, mas serve bem para o imovie e essas coisas.

  8. MJ Valente says:

    Ora, exactamente por não precisar dessa singela extensão… cá me fico pelo meu iPod Touch e pelo meu merdoso telemóvel que hoje, aliás, decidiu passar a não carregar.

  9. Célia, só uma nota: se te disseram que o Mac não dá jeito para trabalhar, bem te enganaram. :-)

    E (tb) para todos os outros: wow! Grande participação :)

  10. vampaz says:

    E depois vem a falta de uso que a maioria irá dar ao iphone, não que por enquanto de para muito, mas muitos vão usar as mesmas funções que um telefone de 50 € têm e não as de um de 300/600 €.

  11. Pedro says:

    Preciso mesmo de um Porche

  12. Bino says:

    Lá estás tu com esse teu feitio…

  13. Sérgio Sá says:

    Respect….

  14. Sou eu que digo que o meu macpro parece não estar fadado para trabalhar. Quando o tenho nas mãos só navego, vejo mail, imovie, iphoto, aperture e mai nada. Para webdesign tou caida no PC, é o hábito. Já instalei o xampp, vamos ver se melhora a productividade.

    Ah, tb tenho o itouch, mas só tem 2 grandes utilidades: musica e filmes, pois sem wi-fi não serve pra mai nada, nem com as widgets todas que comprámos a seguir. Bullshit.telemoveis comigo é pekininos para meter nos bolsos dos jeans.

  15. Nmerdas says:

    eheheheh

    nem mais!

    país de vaidosos é o que nos temos!

  16. artur couto e santos says:

    Deixa-os pousar… Depois de se esgotarem os gestores, os iphones baixam de preço… a menos que a Apple queira que a coisa seja só para elites, o que eu duvido…

  17. Grumbler says:

    Independentemente dos preços, desde quando é que o iPhone não foi uma extensão peniana ou um implante mamário?

    O telemovel até tem algumas coisas interessantes e inovadoras, mas.. GET A LIFE.. é um TELEMOVEL. Não é a cura do cancro, não vos vai tornar mais bonitos ou inteligentes nem vos vai resolver todos os problemas. E se o nosso pais é de vaidosos o que dizer dos EUA onde uma data de tipos que não tinham nada de melhor para fazer do que acampar à porta das lojas da Apple para serem os primeiros a ter um iPhone? Isso não será ainda mais triste?????

  18. Calma Grumbler. Não é preciso enervares-te. O pessoal já não se pode divertir um bocadinho?

    É claro que é apenas um telemóvel, mas os preços que as operadoras se preparam para impingir são, mais uma vez, sintoma da chularia que temos que aturar todos os dias no nosso país em que parece que apesar de sermos os que menos temos, na Europa, somos sempre os que mais pagamos.

  19. […] O Macacos sem Galho explica porque é que o iPhone é um telefone de mesa […]

  20. hav0x says:

    HAHAHAHA

    Em relação aos administradores.
    Curiosamente tive recentemente a verificação desse mesmo facto. Por ordem foi cartãozinho todo cócó, macbook (fl)air e iphone. Senti-me pequenino.
    Mas depois olhei bem para o gajo e companhia.

  21. Visitante X says:

    Vai ser caso para dizer, o meu iPhone tem mais megas que o teu :P

  22. José Miguel says:

    Mas porque raio é que o iphone tem de ter um tarifário diferente do acesso movel? Porque é que se eu tiver uma connect box tenho carradas de trafego e com o iphone tenho 250Mb????? MAS QUE LOL

  23. Miguel says:

    Eu (classe média) com o meu ordenado que nao passa os 600 euros, estava a pensar em adquirir um iphone, assim como eu muitos colegas meus la do trabalho tambem. Ate quando fui informado dos tarifarios e do trafego suportado por os mesmos. 250mb aquele mais baratinho? 5 filmes no pornTube acabam com isso… Alguem devia ter explicado ás operadores(com jeitinho)o que é um Iphone..

  24. pachita says:

    Precisamente! Uma extensão peniana e uma forma de compensar a quantidade de complexos que muita gente tem.

    É caso para dizer: Crise? Qual crise???

    :D

  25. Grumbler says:

    Certo, já os preços que a Apple impos aos clientes não são uma chulice.. coitadinha da Apple.

    E será que quem está aqui a queixar-se sabe as condições que a Apple impôs aos operadores? ah pois, se calhar não…

  26. Grumbler: aqui ninguém se está a queixar das condições que a Apple impôs às operadoras, porque o post não é sobre isso.

    Também é um bom assunto, mas não é o assunto em questão.

    Miguel: O iPhone nunca foi um produto barato… nem é um telemóvel vulgar: é muito mais um PDA do que um telefone. É natural que não seja barato.

    O que não é natural é que a operadora te ofereça pacotes herméticos, com limites ridículos quando, ainda por cima, têm outros pacotes de dados e voz muito mais flexíveis e realistas para outros produtos.

    Compensa mais ir aos States comprar um iPhone desbloqueado (lá é uns 100 euros mais barato que cá) e depois simplesmente aderir a um pacote qualquer de voz/dados de qualquer operadora.

    Ou então, mais simples ainda: não comprar um iPhone.

  27. Grumbler says:

    A questão é que os freeloaders querem tudo por nada. Não gostam dos planos tarifários existentes? Comprem o telemóvel pelo preço que a Apple pretende e subscrevam o plano que querem.

    A Apple não vende o telemóvel sem estar associado a um operador? Queixem-se à Apple ou comprem outro telemóvel.

    O mais giro é ninguem ter ainda vir dizer que a afirmação do Steve-O de que “The price is a maximum of $199 all around the world — we’re really, really excited about the new iPhone 3G.” não corresponde bem à realidade :)

  28. gvr says:

    Parece-me que todos estao a passar ao lado de uma questão essencial: na apresentação do iphone 3G, o próprio Steve Jobs (dono e mentor da Aple) garantiu que o preço do telefone seria de 199 dolares, ou seja, cerca de 125 euros! Tudo o resto depende do mercado, oferta e procura, concorrencia entre os operadores, etc. Mas o preço dado pela propria Aple é de 125 euros, pelo que para um telefone bloqueado e fidelizado, teria que ser vendido ainda mais barato.
    Já agora pergunto aos entendidos: Não há alternativa em relação ao acesso à internet? Aqueles planos de internet móvel por 7 euros mensais não põem o iphone a funcionar?

  29. […] gente para comprar o novo gadget de luxo chamado iPhone. Para quê? A melhor definição foi dada aqui: o iPhone é uma extensão peniana dos senhores de fatos cinzentos. « […]

  30. w3Rm says:

    Muito falaram, todos com razão. 250 Mb para um aparelho dedicado à internet? Devem estar a gozar. Mas já repararam num detalhezinho, já confirmado com a Vodafone? Sim, vejam lá nas letras miudinhas: TAXAçÃO EM MÓDULOS DE 100kb. Ou seja, cada acesso é uma talhada de 100kb. Penso que acabaram de reduzir os 250 Mb a 25 Mb. Mas isto certamente sou eu que gosto de dizer mal. TUNGA!!!

  31. “Não é um gadget… é uma extensão peniana.” LOL :D
    Muito bem visto: o facto de Portugal ser um país de status explica muito coisa.

  32. LOL… Gostei da extensão peniana… o problema é que vai ser tão vendido, que vamos ficar todos com os penis iguais… notando-se bem quais eram os maiores de origem :)

    Dismistificando algo já falado aqui, as condições que a Apple impingiu aos operadores não incluem qualquer tipo de interferência com a quantidade de megas disponível nos tarifários.

    Aliás, de outra forma não se perceberia o porquê da diferença entre as ofertas por esse mundo fora, mantendo-se o valor aproximado do equipamento com mais ou menos subsidiação.

    Quanto ao comprar desbloqueado, e activar o plano pretendido, até não me importava… mas aparentemente é impossível, porque quando falamos de planos de acesso banda larga a aplicar num cartão 3g com tarifário de voz… aparentemente os operadores não percebem o conceito…

    Dizem-se alternativa ao 2play da rede fixa, e vendem tudo, mas ou é para voz ou é para “banda larga”…

    Vou-te dar um exemplo: Existe o tarifario banda larga TMN partilhado para 1 utilizador em 7,2 MB que custa 29.6€ (mais IVA) e oferece 6 GB. É para usar num cartão/placa 3g, para aceder a dados em banda larga… mas oh… que pena… este tarifário não pode ser adicionado ao teu cartão de voz… pode ser outro qualquer, da mesma tecnologia, com a mesma qualidade, pelo mesmo preço com um volume de tráfego de 5%… É que todos sabemos, é muito mais perigoso deixar um Iphone/Blackberry/Windows mobile user com rédea larga a fazer downloads, do que um computador… esses tipos até P2p em 3g fazem!

    Ora se me dissesses que é tecnicamente impossível usar um cartão de placa de dados num telemóvel… eu dava-te razão… agora todos sabemos que o cartão e o serviço até são exactamente os mesmos!!!! agora compara este tarifário com os 250 MB oferecidos nestes novos tarifários exlcusivos e o preço a que o são :)

  33. […] que não é só por cá que os tarifários associados ao iPhone estão a causar indignação e a deixar algumas pessoas escandalizadas. Com razão acho […]

Deixar um comentário

Redes de Camaradas

 
Facebook
Twitter
Instagram