Continua a não haver pachorra

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

O Sporting contratou um novo jogador de bola, de seu nome Alecsandro.

“Alecsandro”?!

Não seria Alessandro, ou, em última análise Alexandro?
Quem é que inventa estas merdas de nomes? Isto é português?

Mesmo assim não é tão mau como outro jogador do Sporting (não estou a bater no Sporting é coincidência), que se chamava “Deivid”. Epá, sinceramente, vão dar milho aos porcos! “Deivid”? É um nome com pronúncia inglesa já incluído?

Muitas vezes parece-me ridículo que em Portugal sejam proíbidos certos (e determinados), nomes e que haja uma lista e que o senhor conservador do registo cívil tenha que aprovar o nome de cada português que nasce, mas por outro lado, se calhar acaba por ter mais benefícios do que parece, pelo menos evita-se que andem por aí gajos chamados Árnôuld, Jéque ou Éntòni.

Tags

Deixar comentário. Permalink.

6 comentários a “Continua a não haver pachorra”

  1. ruinix says:

    Por outro lado são permitidos nomes como Cátia Vanessa ou Soraia Josefina.

  2. Babinha says:

    Mas ainda bem que permitem diminuitivos. O que seria do toy…

  3. Macaco says:

    Ele chama-se António…

  4. Manuela says:

    Nada como chamar Macaco… lol ;)

  5. Tiago says:

    Se gostaste só do “Alecsandro”, repara no nome completo:

    Alecsandro Barbosa Felisbino

  6. Claudia says:

    Por enquanto, ainda não é possível dar o nome de Deivid mas há muitas escolhas criativas que são permitidas pela lista de nomes oficial http://www.dgrn.mj.pt/civil/NomesAdmit.pdf

Responder a Tiago

Redes de Camaradas

 
Facebook
Twitter
Instagram