O pas dos impostos

Publicado em , por macaco

Vou comprar casa dentro de duas semanas, aproximadamente. Fiquei agradavelmente surpreendido com o anncio, por parte do Governo, do fim da Sisa, esse magnfico imposto que nos cobrado quando adquirimos uma casa (uma casa, sabem, esse bem de segunda necessidade).

Qual no foi o meu espanto quando, logo na semana a seguir, um coro de protestos veementes, por parte dos autarcas do nosso pas, se levantou contra o fim deste imposto.

As autarquias esto preocupadas com a reduo dos seus oramentos, por deixarem de receber a Sisa. O que de uma hipocrisia fenomenal, porque, como toda a gente sabe:

1 – As autarquias guardam os seus oramentos durante trs anos e meio, para poderem ter dinheiro nos seis ltimos meses de vigncia dos seus mandatos, para que possam fazer obras magnficas, como rotundas, bancos de jardim e semforos, para ganharem votos nas eleies que se aproximam.

2 – Toda a gente sabe que ningum paga o Sisa verdadeiro pelas casas, porque toda a gente aldraba nas escrituras, para descer o preo dos imveis e fugir ao Sisa

3 – Sem o Sisa, ou com um imposto subsituto de valor inferior, o mercado imobilirio, que neste momento se encontra reservado aos ricos que tm dinheiro para comprar casas de 50 mil contos como investimento especulativo, poderia receber um bem-vindo impulso e crescimento

4 – Com menos impostos, as pessoas que querem comprar casas para HABITAR (e no para alugar ou vender mais tarde fazendo LUCRO), tero mais hipteses de o fazer, pois as desepesas acessrias descem e o processo fica facilitado.

Os Municipios dizem que querem o Sisa para poderem melhorar a qualidade de vida das suas populaes, mas no parecem preocupar-se com o facto de as suas populaes no conseguirem comprar casas, ou verem as suas dificuldades em faz-lo aumentadas por uma srie inacreditvel de despesas acessrias, que podem fazer uma casa custar mais mil, dois ou trs mil contos do que o preo de venda.

Para um Municipio mil contos no so nada. Claro. Para as pessoas que eles dizem querer proteger, so. Bastante.

Claro que o Estado no meio disto tudo tambm no deixa de ser o proverbial “porco”. Porque quer acabar com o Sisa, no meio de no se sabe bem o qu nem com que intenes. Ao mesmo tempo, quando queremos comprar um carro em Portugal, ficamos face a face com os preos mais altos da Europa, graas aplicao de dois impostos, o Imposto Automvel e o IVA… ainda por cima um sobre o outro.

E tambm vivemos num pas em que o Estado usa o dinheiro dos impostos para gastar em estdios de futebol (so 10, para o Euro 2004), onde s os acessos rodovirios vo custar 80 milhes de euros. So 80 milhes de euros, para construir estradas para as pessoas poderem chegar ao estdio e ir bola.

Afinal, o Futebol continua a justificar um investimento significativo por parte dos nossos governos. Talvez acabando com a Sisa, pudessem passar o oramento dos estdios e respectivos acessos rodovirios s Cmaras Municipais e assim ficava toda a gente feliz.

Pergunto-me, se com todo este investimento no Futebol, o Governo ter alguns planos especiais para promover o Fado e a Famlia.

Tags

Deixar comentário. Permalink.

Deixar um comentário

Redes de Camaradas

 
Facebook
Twitter
Instagram