Nitrodesign em busca de escritório

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Hoje foi dia de ir a Lisboa a uma reunião, coisa que já não fazia há algum tempo. Correu bastante bem, rápida e esclarecida.

Por volta das 15:30 apareceu cá o Godfather. Estive-lhe a mostrar os pormenores de várias posições básicas de Chang Quan após o que partimos para a dita reunião.

No caminho aproveitei para revelar os dois rolos de fotos APS que tirámos recentemente e posso avisar desde já que vou abrir uma secção de fotos apenas graças àqueles dois rolos… temos fotos fabulosas do Cunhado a fazer bombas na piscina, do Miguel a babar-se e da Catarina de botifarras. Estão geniais, vale a pena ver. Se alguém quiser reservar o seu direito ao anonimato, avise, por favor, por mail.

Encontrámo-nos com a Dee ao fim do dia, fomos comer uma baguette e voltámos para a santidade do lar (somos muito católicos, não somos Dee…?) ;)

Adormeci que nem um porco ou outro qualquer animal que durma bastante e por volta da meia-noite levantei-me e vim trabalhar. Resultado disso, em colaboração com o Godfather, claro, fiz o cartoon do Sapo desta semana, que acho que é um dos melhores. Bem, o do BigFather, na semana anterior, era muito subtil e estava giro. O desta semana também não lhe fica atrás.

Deverá estar online quarta-feira durante o dia. Isto, claro, na página do cartoon do sapo, aqui.

Entretanto a nitrodesign está activamente à procura de escritório, já temos 11 possibilidades, todas em Setúbal, conhecida cidade pela sua forte actividade tecnológica e dinamização em tecnologias de informação :P

É assim mesmo, ser sócio de uma empresa implica sempre estar em desacordo nuns assuntos e de acordo noutros. Aqui a democracia levar-nos-à para essa cidade à beira Sado plantada…

Mais notícias as they come along…

Comentar

Tags

Mais uma semana, mais uma voltinha no mundo da alta finança

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Rise and shine. Mais uma semana, mais uma voltinha no mundo da alta finança.

Confesso que tive um dia pouco produtivo hoje, fiz muitas coisas, mas coisas daquelas chatas da gestão que me aborrecem vagamente. Claro que a parte de calcular os novos salários até me interessou bastante.

Bom, discutir a compra de uma frota de Audi A3 para a empresa também me pareceu fascinante, são os sacrifícios que é preciso fazer. O novo escritório, os AMD Thunderbird, as GeForce 2, os Vaios e iBooks para todos, os monitores Sony 24″ wide, RAIDS IDE, CD-RWs, DVD-ROMs… sim, tá bem, ainda me diverti um bocado.

Graças ao Napster re-ouvi hoje algumas músicas que ouvia muito quando era adolescente. A música foi das poucas coisas que apreciei na adolescência. Não há dúvida que a música pop decaiu muito nos últimos tempos, agora praticamente ninguém consegue ouvir a Britney Spears sem ter vergonha, naquela altura qualquer pessoa ouvia os Wham e batia o pezinho ao ritmo e tudo.

Tou a downloadar o “Pros and Cons of Hitchhicking” do Roger Waters, uma das minhas músicas preferidas da sua fase post-Pink Floyd. Tamém o “Twist in my Sobriety” da Tanita Tikaram, uma música especialmente melancólica, com clarinetes (ou serão oboés?). Mas hoje não está fácil e ainda não consegui nenhuma das músicas completas.

Hoje o X-Files foi daqueles com especial piada, mas a Dee estava cansada e foi dormir. Ainda me pediu para apanhar a roupa e eu apanhei e estive a passar a ferro enquanto via o X-Files e o Seinfeld que deram hoje espectacularmente cedo.

Depois, uns Quakes dignos de antologia, dois humanos, cinco bots, vitórias impressionantes. Houve uma altura em que estavamos 35 a 39, ganhavam os bots, a um frag dos 40 de limite. A voz do Arena Master avisou: “One frag left!”. Mas ninguém contava com Moita Carrasco! Num acesso de fúria explosiva fraguei um bot com a shotgun e saquei-lhe o Rocket Launcher das unhas, com o qual procedi a fragar mais quatro de seguida. No espaço de 15 segundos passámos de derrotados para vencedores, foi sensacional.

Seguiu-se um Festival Morde a Foca, com o Godfather a railar tudo o que mexia e que não era ele. Enfim, bons jogos.

Agora, alas, vou trabalhar. E este trabalho está praticamente a ser lançado, o deadline é dia 31 de Agosto, mas está praticamente tudo pronto e a ser afinado, estamos a tratar de detalhes.

No meio de tanta confusão nunca mais tivemos cabeça para fazer piadas para cartoons. Às vezes mais vale não fazer do que fazer mal, mas vamos lá ver se a coisa melhora.

Comentar

Tags

A minha primeira visita à Catedral

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Acordei já tarde ao som da Dee a mudar mobília. Fez umas arrumações que ficaram porreiras, sobretudo na sala dos pianos, que é a sala onde ela gostaria de passar mais tempo, mas não passava porque aquilo estava uma bagunça. Agora está bastante agradável e confortável.

Estive a trabalhar um bocado para deixar o mais possível perto de terminado o trabalho que tenho para segunda-feira. Não correu mal.

Por volta das cinco da tarde o meu pai veio-me buscar e fomos para Benfica. Fomos até ao estádio e ao fim de anos de tradição familiar interrompida sentámo-nos na bancada e assistimos a um jogo do Benfica. Ora bem!

A última vez que fui ao futebol era muito, muito pequeno, não me lembro praticamente de nada. Portanto hoje foi como se nunca tivesse ido. É muito diferente de ver na televisão… não tem sequer qualquer espécie de comparação. Para já não temos que aturar os idiotas dos comentadores televisivos que só dizem idiotices. Depois quase que parece outra coisa que não futebol e percebe-se muito melhor o jogo, a estratégia, as jogadas. O tempo passa num instante, hora e meia, quase nem se dá por isso, enquanto que na TV ao fim de um bocado já estou a bocejar e a mudar de canal.

Foi portanto o Benfica-Beira Mar, com um resultado de 4 Р1, o que para come̤ar ṇo foi nada mau. Gostei mesmo muito, teve quase qualquer coisa de esot̩rico, que eu at̩ poderia explicar, mas ṇo sei se vale a pena, ou se sequer consigo muito bem.

Há muito tempo que não me divertia tanto sem ser a jogar Quake. :)

Voltámos para casa e eu estive para aí a mongar. Fiz um jantar improvisado que até nem ficou mau de todo e, graças ao Pacinone, estava a dormir em 10 minutos. Acordei já depois da uma da manhã, estendido na Chaise Longue e nem sinais da Dee… foi-se deitar entretanto, claro, que amanhã é segunda-feira.

Joguei três rounds de Quake para fazer um pouco de tempo, gravei o Seinfeld e agora vou enfiar outro Pacinone e certificar-me que durmo que nem um cavalo incontinente.

Vivam os comprimidos, já tinha saudades deles.

Comentar

Tags

Dia em Melides

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Voltei a não dormir. Desta vez até fui cheio de boa vontade para a cama por volta da uma, mas pouco depois estava a jogar Q3F, não consegui dormir. Deitei-me depois do Seinfeld, por volta das quatro e tal e mesmo assim só devo ter adormecido perto das cinco, cinco e meia.

Levantei-me correspondentemente tarde e a Dee estava já quase pronta para sairmos. Eu arranjei-me num instante, tomei a dose necessária de café e partimos para Melides. Ou mais ou menos para Melides, enfim, ali para a zona, não vale a pena entrarmos em explicações pormenorizadas.

Chegámos à casa cerca de uma hora e tal depois e eu aproveitei para me divertir a fazer rally na terra batida que vai da estrada ao terreno. Esta foi a parte mais gira da viagem de ida.

Estava lá o pessoal todo, incluindo o ADSS e resplandecente família e finalmente conhecemos o Miguel. Tirámos montes de fotos, depois tenho que por aqui algumas.

Almoçámos à grande e piscinámos ainda um bom bocado. Foi um dia porreiro, sobretudo pela quebra de rotina e paragem absoluta do trabalho :)

Bom, claro que tenho coisas para acabar antes de segunda-feira… mas já se vê o que é que se arranja.

Voltámos já ao anoitecer e a viagem foi divertida na parte da estrada secundária de alcatrão, antes de chegar à AE. Mais um rallyzito e tal.

E agora, de volta ao lar, preparo-me para mais uma experiência renovada para amanhã, que contarei na devida altura. Então divirtam-se.

Comentar

Tags

Trabalho, trabalho, trabalho.

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Estou completamente podre, se me mexo muito tenho tonturas e se me deito um bocadinho no sofá adormeço quase imediatamente. Tenho dores nas costas há mais de uma semana e nem uns exercícios de Qigong ajudam, vou ter que arranjar um bocadinho para fazer Taiji todos os dias.

Entretanto magoei-me na anca esquerda a fazer Ma Bu hoje e vai ser complicado conduzir até Melides amanhã, para irmos passar a tarde com o pessoal lá em baixo… mas pronto, pode ser que melhore um bocado durante a noite.

À noite fui ter com a Dee a casa dos meus pais para festejarmos os 92 anos da minha bisavó. Still going strong. Divertimo-nos um bocado, comemos chinês, tirámos umas fotos. Foi giro.

Levei um MD com o George Carlin para emprestar ao meu pai, a ver se ele gosta. Ainda pus um bocadinho a tocar e o pessoal acabou por achar alguma graça às primeiras piadas dele; depois logo vejo se o meu pai ouve o MD todo e se gosta.

Viemos para casa e estivemos um bocado na monguice a ver o Storytellers com os Duran Duran no VH-1 e agora eu precisava de ir trabalhar mais um bocado, mas não sei se consigo… já se vê

Comentar

Tags

Nitrodesign em busca de escritório

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Hoje foi dia de ir a Lisboa a uma reunião, coisa que já não fazia há algum tempo. Correu bastante bem, rápida e esclarecida. Por volta das 15:30 apareceu cá o Godfather. Estive-lhe a mostrar os pormenores de várias posições básicas de Chang Quan após o que partimos para a dita reunião. No caminho aproveitei […]

Ler o resto

Mais uma semana, mais uma voltinha no mundo da alta finança

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Rise and shine. Mais uma semana, mais uma voltinha no mundo da alta finança. Confesso que tive um dia pouco produtivo hoje, fiz muitas coisas, mas coisas daquelas chatas da gestão que me aborrecem vagamente. Claro que a parte de calcular os novos salários até me interessou bastante. Bom, discutir a compra de uma frota […]

Ler o resto

A minha primeira visita à Catedral

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Acordei já tarde ao som da Dee a mudar mobília. Fez umas arrumações que ficaram porreiras, sobretudo na sala dos pianos, que é a sala onde ela gostaria de passar mais tempo, mas não passava porque aquilo estava uma bagunça. Agora está bastante agradável e confortável. Estive a trabalhar um bocado para deixar o mais […]

Ler o resto

Dia em Melides

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Voltei a não dormir. Desta vez até fui cheio de boa vontade para a cama por volta da uma, mas pouco depois estava a jogar Q3F, não consegui dormir. Deitei-me depois do Seinfeld, por volta das quatro e tal e mesmo assim só devo ter adormecido perto das cinco, cinco e meia. Levantei-me correspondentemente tarde […]

Ler o resto

Trabalho, trabalho, trabalho.

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Estou completamente podre, se me mexo muito tenho tonturas e se me deito um bocadinho no sofá adormeço quase imediatamente. Tenho dores nas costas há mais de uma semana e nem uns exercícios de Qigong ajudam, vou ter que arranjar um bocadinho para fazer Taiji todos os dias. Entretanto magoei-me na anca esquerda a fazer […]

Ler o resto

Redes de Camaradas

 
Facebook
Twitter
Instagram