Macacos sem galho

Os miúdos lidam melhor com tudo

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Depois da morte da Michelle ter levado a uma conversa sobre a morte, em que eu expliquei o que tinha acontecido à Michelle e depois a Dee explicou o que aconteceu depois, o Tiago aceitou bem a coisa.

Ao fim do dia, estava eu a escrever um mail de trabalho e ele veio interromper-me, cuidadosamente, para me expor a sua decisão, concluída das explicações que a mãe lhe deu de manhã:

“Sabes pai, algumas pessoas quando morrem, passam a fazer parte da terra. Eu quero fazer parte dos insectos. Quero ser uma borboleta, mas uma borboleta colorida, que voe de verdade. Quero mesmo!”

Daquilo que a maior parte das pessoas tem medo, o meu filho pintou um quadro que o fez feliz, com um enorme sorriso. Grande Tiago.

Tags

. . .

Deixar comentário. Permalink.

Leave a Reply

Temas

Categorias