Macacos sem galho

Digno de registo

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Hoje de manhã decidimos ir fazer umas compras que já andavam a ser adiadas há uns tempos. Os miúdos precisavam de roupa, eu precisava de meias, a Dee precisava de soutiens. Combinámos então que íamos já no Sábado de manhã sabendo que não íamos conseguir fazer tudo e assim sobrava-nos o Domingo de manhã para tratar do resto, já que tínhamos outras coisas combinadas para as tardes de ambos os dias.

O que se passou foi o contrário do que esperávamos. Os putos colaboraram impecavelmente e fizemos tudo o que queríamos e ainda mais.

O Tiago demonstrou que, aos quatro anos e meio, é um puto que consegue aguentar uma manhã de compras com os pais, três horas e meia no centro comercial, a entrar e sair de lojas e até a ajudar a escolher roupa para si próprio.

Correu, escondeu-se, fartou-se de brincar e eu andei com a Joana no carrinho a persegui-lo pela Zippy fora, para grande diversão de todos os envolvidos.

Quando o cansaço começou a dar alguns sinais, sentei-me com ele no chão, à porta da Women’s Secret, a ver vídeos do Felix the Cat (que está estampado em roupa interior na montra da loja), no YouTube no meu A5 (viva a tecnologia!). Isto foi o suficiente para ele arrebitar.

Entretanto, a Joana estava no provador com a mãe a testar roupa interior e comia uma bolachita para não perder as estribeiras.

Ainda fomos ao food court almoçar e deu para todos comermos, calmamente enquanto a Joana passeava entre as mesas e o Tiago via mais um desenho animado dos anos 30 com grande satisfação. Para quem adora gatos e desenhos animados, o velho Felix é um achado.

Comprámos roupa para os putos e para nós, em quantidades industriais. Houve tempo para ver, escolher e experimentar. Não houve birras, sobressaltos ou discussões e no fim viemos para casa satisfeitos, almoçados e com roupa nova para todos e o Tiago ainda veio a comer um gelado sem entornar uma gota sequer no carro!

Tags

. . . .

Deixar comentário. Permalink.

2 Responses to “Digno de registo”

  1. artur says:

    Yupi! Que família tão certinha!…

    • Claro que falei cedo demais, depois de ter estado completamente deitado de costas em duas ocasiões separadas no Amadora BD, está agora a fazer-me uma fita do caraças porque lhe toquei num “dói-dói” que tem na mão, que mais não é do que um arranhão ligeiro, isto depois de um filme dramático na tentativa de lavar os dentes. Enfim, está na cama em doloroso pranto…

Leave a Reply