Macacos sem galho

Crouching Tiger, Hidden Dragon

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Depois de vacilar um pouco, ontem, acabei por decidir ir ao Gongfu. Deitei-me razoavelmente cedo e deixei o saco preparado. Às cinco da manhã a Amarela pôs-se à porta do nosso quarto a miar feita parva. É insopurtável, anda a fazer isto todos os dias, não se consegue descansar. Fiquei tão chateado que não voltei a dormir.

Adormeci já depois das oito e meia, graças à Dee que é especialista em acalmar-me e acabei por ficar em casa a dormir. Acordei depois do meio-dia com dores de cabeça. Que simpático.

O Cunhado veio para o gongfu e depois do fim da aula veio cá ter a casa. Estava completamente podre da aula, que foi das violentas… corrida, saltos, cambalhotas, posições, etc, etc.

Saímos e fomos almoçar ao Nevada. Não estava mau, mas fiquei bastante maldisposto, não sei porquê. Enfim, acabou por passar.

Partimos para Lisboa, no carro do Cunhado, e depois de termos que evitar uma estúpida manif da CGTP que lixou completamente o trânsito no Marquês e na Avenida, estacionamos perto da Máquina e metemo-nos no metro para o Saldanha.

Comprámos bilhetes, bebemos um café e depois fomos ver o “Crouching Tiger, Hidden Dragon”, gostava de saber como se chama em chinês, mas não sei. O filme é muito giro. As cenas de gongfu são lindas e as paisagens são absolutamente fantásticas. As partes em que eles voam pareceram-me bastante forçadas e o facto de ter que ler as legendas estragou um bocado o ambiente do filme.

Ainda me pareceu que as legendas eram já tradução da tradução para inglês, o que me distraiu ainda mais. Fiquei a adorar ainda mais a lingua chinesa (mandarim, neste caso). Será que há algum sítio onde se possa aprender chinês por cá?

Apanhámos o metro, deixámos o Cunhado na Praça da Alegria e fomos até à Häggen Däzs para a Dee comprar dois baldes de Strawberry Cheesecake. Passámos também na Fnac e eu comprei o DVD do “Seven”, special edition com dois discos, um só de extras. Fiquei um bocado preocupado, um dos extras é o final original do filme que depois foi susbtituído pelo final que vimos no cinema e que, para quem se lembra, é um final sensacional… nem imagino o que seria o final original, se calhar uma bela tanga. Vou ver quando puder meter o DVD e passar umas horinhas a vegetar em frente à TV. A Dee trouxe um CD e fomos para casa.

Vegetámos em frente à TV, mas não a ver o Seven… vimos o Big Train, o Stand up Show e provavelmente mais umas coisas que já nem me lembro.

Depois, camex. Certifiquei-me que fechava o estore até abaixo para não sermos acordados pelo sol e fechámos as gatas na cozinha… :)

 

Tags

. . . . . . .

Deixar comentário. Permalink.

Leave a Reply

Temas

Categorias