26 de Abril, SEMPRE!

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Há uns anos atrás podia-se escrever um post sobre o 25 de Abril, hoje em dia não. Escrever posts sobre efemérides tornou-se tão enjoativo como as capas dos jornais e revistas, todas iguais, alguns dias por ano: o natal, o 25 de Abril, o 10 de Junho, mais uma vitória no campeonato do FCP, novo re-re-regresso do Santana Lopes à política.

Em suma: há tantos blogs por aí de tanta gente que não sabe o que escrever que, coitados, até se babam quando surge uma efeméride ou um grande acontecimento. De repente, têm assunto!

E dos milhares de posts que se publicam nestas alturas, quase todos iguais, quase todos chapa-7, alguns copy/pastes da wikipedia e o ocasional manifesto do contra, apenas um ou dois vale a pena ler.

E é por isso mesmo que o Macacos sem galho, um blog decididamente anti-fascista (não se nota?), não festeja o 25 de Abril. Não! Aqui festeja-se o 26 de Abril!

Imaginem bem: no 25 ainda andava muita gente com medo, ora leiam lá o post do Marco sobre o assunto – a avó não o deixou sair à rua. Havia dúvidas, havia perguntas, havia receios.

Em Lisboa tudo bem… mas e no resto do país? Será que ia acabar tudo ao tiro? Haveria guerra civil? Muita gente ainda estava com medo.

Mas no dia 26? No dia 26 tinha acabado tudo. A ditadura tinha mesmo caído, era mesmo verdade.

O dia 26 de Abril deve ter sido um dia do caraças, não só para os Lisboetas, que viveram a coisa mais de perto, mas para o país inteiro que acordou com a certeza de que os fascistas tinham ido com os porcos.

Por isso eu digo: viva o 26 de Abril!

Tags

Deixar comentário. Permalink.

3 comentários a “26 de Abril, SEMPRE!”

  1. Hum, cheira-me que certezas a 26 não havia muitas :)

    A recordação do 26 de Abril, pelo menos a minha, é a saída dos presos políticos das prisões, principalmente de Caxias.

    Mas o período era de demasiada instabilidade para que houvesse certezas. Convicção e esperança e vontade de “desta é que é” acredito que sim, certezas, não me cheira.

    Mas viva o 26 de Abril, definitivamente :)

  2. Macaco says:

    Já sabia que havia de vir alguém estragar-me o 26 de Abril com esse detalhe das certezas.

    Fascista!

Responder a Nmerdas

Redes de Camaradas

 
Facebook
Twitter
Instagram