Macacos sem galho

Tiago & Joana 2012

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Não tenho escrito muito, porque não tenho muito tempo para escrever. Mas à medida que o blog caminha a passos largos para o seu décimo terceiro aniversário, não tenho qualquer intenção de parar.

Até porque há muito para deixar escrito, sobretudo coisas que quero que os meus filhos possam ler quando quiserem – se quiserem.

E assim, fica um resumo do status quo, as it were.

O Tiago está a menos de uma semana de completar cinco anos. Está a caminho do metro e vinte de altura e possui uma energia praticamente inesgotável. Foi graças a ela que, na sexta-feira passada, abriu o sobrolho direito na bancada de granito da nossa cozinha.

Ainda tem um penso, mas prevê-se que fique com uma cicatriz. Nesse fim de semana também o vi jogar futebol pela primeira vez, já que, nos últimos quase cinco anos, demonstrou pouco ou nenhum interesse por bolas. Prefere, ainda assim, Lego, o seu brinquedo de eleição dos últimos meses.

Os avós começaram a comprar-lhe Lego e o entusiasmo dele foi tal que praticamente todas as prendas de aniversário que temos para ele são Lego. Acima de tudo, gosta de brinquedos que possa montar e desmontar e é grande adepto de seguir instruções para obter um resultado.

Tem um discurso complexo e cheio de “portantos” e “directamentes” e “imediatamentes”.

Para minha angústia, anda preocupado com a morte. Pergunta-me se todos ficamos velhos e se depois, todos morremos. Desata a chorar, com lágrimas a correr-lhe pela cara abaixo, “pai, eu não gosto nada de morrer”. E eu ali a tentar ser o adulto que explica as coisas de forma simples, racional, sem fantasias, mas também sem o assustar. É difícil.

 

A ferida ficou bem feia, ali ao lado do olho direito, vamos ver se deixa cicatriz...

Grande gozo a jogar à bola, ao fim de 5 anos sem interesse pela cois

A Joana está a provar dia atrás de dia que se há coisas que se aprendem com um e se aplicam limpinho ao outro, também é possível dar como verdadeiras frases como “o segundo é muito mais fácil” ou “as meninas são completamente diferentes dos rapazes”.

Com um ano e meio raramente não está a sorrir – e quando não está, está a berrar; já fala, muito – muito mais do que o irmão falava nesta idade (que era nada), corre pela casa, sempre a rir, brinca com o irmão, muitas vezes a provocá-lo já que ele fica muito incomodado e a tenta dissuadir com discursos: “Joana, pára de me seguir, se faz favor, estás-me a distrair e eu quero acabar a minha construção!”.

Está extremamente bem integrada na escola e raras são as vezes que fica a chorar, embora ainda aconteça ocasionalmente. Adora a mãe, claro, está  na idade, mas é mimosa com toda a gente e faz montes de coisas que o Tiago nunca fez, como dar grandes abraços ou por-se aos beijinhos a fotografias. À noite, se eu já estiver em casa, antes de ir dormir, faz questão de me dar um abraço, dizer “xau” e acenar com a mão. Depois vai dormir.

E dormem ambos muito bem, sem grandes stresses, mesmo quando estão doentes. A Joana ainda acorda ocasionalmente a meio da noite, mas geralmente volta a adormecer sem problemas. O Tiago já começou a acordar de manhã ao fim de semana e se vê que nós ainda estamos a dormir, abre o estore e fica a brincar no quarto até nos levantarmos.

A brincar com Pinypon no chão do quarto

De vestidinho em dia de festa de aniversário de um amigo do Tiago

Colo à mesa da cozinha, para ler uns livros sobre animais

Os meus filhos continuam a crescer e vê-los crescer continua a ser o ponto alto dos meus dias.

É até me estamparem o carro pela primeira vez ou me irem ao armário do whiskey, claro!

 

Tags

. . . .

Deixar comentário. Permalink.

5 Responses to “Tiago & Joana 2012”

  1. artur says:

    Lindo! Emocionei-me, carago!
    Eu é que já posso morrer em paz1
    Fiz um bom trabalho!
    Mas, já agora, não morria já, se não se importam. Quero conhecer o meu terceiro neto (que, pelos vistos, será neta!)

  2. Jill says:

    Que família lindíssima :) muito bem.

  3. B says:

    Quando se segue com regularidade um blog, ao fim de alguns anos acaba-se por ficar com alguma curiosidade acerca do destino do seu autor. É fixe assistir por aqui à boa evolução da tua vida, Pedro. Os miúdos estão muito giros.

  4. Joana says:

    Estão tão giros e crescidos.

    beijinhos
    joana

  5. O que me ri com a ultima frase!! Lindo!
    Parabéns pelos pequenos, pá! Tens muita sorte ;)

Leave a Reply