Macacos sem galho

Previsões concretizadas

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

A Joana é fresca. Também é mimalha, são dois aspectos em que, em bebé, é diferente do irmão.

Ela encosta a cabecinha no nosso ombro, encosta a bochecha na nossa cara, mas grita e vocifera quando a contrariamos, bate com as mãos na mesa, etc.

Ontem, eu tinha, acidentalmente o pé em cima de uma das orelhas de um dos seus coelhinhos favoritos, ela aproximou-se, tentou sacar o coelho e não conseguindo desatou a gritar comigo e a dar-me murros no pé.

Na altura pensei, “esta miúda vai ser uma mordedora”. Estava mesmo a ver, naquela carinha de raiva, uma boca cheia de dentes a avançar para o meu braço.

Não passaram 24 horas. Hoje, enquanto lhe tentava tirar uma porcaria que tinha apanhado do chão, vendo que estava a usar uma mão para se manter de pé e a outra, fechada num punho apertado, lutando comigo para que não lhe tirasse o que era dela, viu a oportunidade e zás, dentada na mão.

O que vale é que ainda só tem três meios dentes…

Tags

. .

Deixar comentário. Permalink.

Leave a Reply

Temas

Categorias