Macacos sem galho

Poderei, enfim, tomar um duche?

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

No passado dia 4 de Dezembro, depois de estarmos há uns dias stressadíssimos com a crise do gás na cozinha, apareceu lá em casa a vizinha de baixo a queixar-se que tinha água a escorrer na parede da casa de banho, proveniente da nossa.

A coisa afectava não só o andar de baixo como o seguinte e era mesmo o tipo de problema que precisávamos para acrescentar às várias coisas que já se passavam.

Depois de muito avançar e recuar, da seguradora metida ao barulho, de orçamentos para trás e para a frente, hoje, dia 5 de Fevereiro, precisamente dois meses depois, chegaram os tipos que vão reparar a nossa banheira para que deixe de passar água para os andares de baixo.

Desde há dois meses que não tomamos duche, para evitar que a água passe nas rachas entre a parede e a banheira. Andamos a tomar banho de banheira cheia, ou a lavar-nos cuidadosamente, com o chuveiro, numa ponta da banheira, cheios de frio, porque não há forma de estarmos permanentemente debaixo de água quente.

Se a obra ficar completa hoje ou amanhã, ainda fica a ser preciso deixar tudo secar bem, claro, mas não imaginam a satisfação que é para mim, neste momento, pensar que é possível que para a semana possa finalmente tomar um duche.

Ah, entretanto a situação com o esquentador, a chaminé e os gases queimados que retornam para a minha cozinha, mantém-se, desde dia 20 de Novembro… ficará resolvido antes da Primavera?

Aceitam-se apostas.

Tags

. . .

Deixar comentário. Permalink.

2 Responses to “Poderei, enfim, tomar um duche?”

  1. Visitante X says:

    E sempre conseguiste?

  2. viciouscat says:

    Faz como um amigo fez quando teve uma situação idêntica à tua:

    tomava banho no ginásio antes de ir para o trabalho!!!

    Claro que tinhas que te inscrever num ginásio e aproveitavas para fazer algum exercício…Sim, porque num ginásio também podes fazer exercício ;)

Leave a Reply