Macacos sem galho

Saffire

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Estou praticamente 100% decidido a encomendar uma Focusrite Saffire LE. Ainda não está encomendada sobretudo porque quero cabos balanceados para a acompanhar (ligar monitores e o Pod) e o raio da Musicstore tem a porra das descrições dos cabos em alemão. Tive que mandar um mail a perguntar se o cabo que eu quero é ou não balanceado.

Aqui vão os factos que me levam a inclinar fortemente para a Saffire LE, até agora:

  • A Focusrite tem excelente reputação no mercado, sobretudo em material profissional, nomeadamente pre-amps, dois dos quais equipam a Saffire LE.
  • Foi-me sugerido que USB2.0 é perfeitamente aceitável para áudio, mas depois de investigação li vários artigos que alertam para problemas de interrupção devido à natureza do funcionamento do USB e, não bastando, o meu USB tem andado a dar problemas (é um sinal, digamos).
  • Li muitas reviews negativas da minha segunda escolha: o M-Audio FW410 e encontrei mesmo artigos de pessoas que têm ambos os interfaces e preferem o Focusrite de longe.
  • Evidentemente, li muitas reviews positivas à Saffire LE, nomeadamente no que toca à qualidade geral do som, qualidade dos pre-amps e facilidade de instalação.
  • Aparentemente, o firewire do M-Audio é uma implementação qualquer bizarra que já fritou computadores a algumas pessoas quando desligado “a quente”.
  • O modelo Saffire tem DSP integrado e corre plugins Focusrite em hardware (compressor, EQ, reverb e amp-sim, fornecidos grátis), o modelo LE não tem DSP, mas tem mais 2 inputs e oferece os mesmos plug-ins (simplesmente têm que correr no sequenciador)
  • Saquei e li o manual da Saffire LE (sim, eu leio manuais até de coisas que não tenho), e gostei bastante, o que me dá alguma confiança no eventual apoio técnico. Boa documentação é igual a bom apoio? Não necessariamente, mas é um começo.

E é isto, basicamente. Se de facto comprar este interface e os pre-amps forem mesmo bons, fico com um Behringer tube ultragain mic100 completamente novo que só saiu da caixa uma vez para ver se funcionava. É o que dá comprar uma soundblaster.

Só de pensar que dei 250 euros pela minha Audigy 2 Platinum Pro e que a Saffire LE custa pouco mais…

Tags

. . . . . .

Deixar comentário. Permalink.

5 Responses to “Saffire”

  1. robsan says:

    Tive uma M-Audio Firewire Solo e lembro-me bem da questão do hotplug, o ideal era ligar o interface antes de ligar o Mac, o que era chato visto ter também um gravador externo, também ele Firewire…

  2. Visitante X says:

    Ia mesmo agora perguntar-te se já havia novidades dessa questão!
    Só mais uma coisa, o interface que tencionas comprar, tem phantom power para os micros de condensador?

  3. Visitante X says:

    Okey é imprescindível para alimentar os micros!
    Cabos balanceados é importante também, relembra lá quais os monitores que tens que estou com preguiça de ir à pesquisa dos macacos, eles tão todos a dormir :P
    Balanceados para o Pod vai ser mais complicado, há-de ser mini-jack -> RCA não? Não é tão importante assim de qualquer forma (para o Pod)!

  4. Já tinha um pre-amp Behringer com o phantom power, mas creio que os da Saffire serão superiores.

    Tanto os meus monitores como o pod têm in/outs TRS, nenhum é mini. Os monitores também têm line-in RCA, que era o que usava com a Soundblaster, mas agora vou trocar por TRS.

    Os monitores são Fostex PM0.4

Leave a Reply