Macacos sem galho

Quando pensavas que estava tudo bem…

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Ontem o canalizador esteve cá até às onze e tal da noite. Foi uma chatice, com o Tiago a chorar, já muito para além da sua hora de ir para a cama e a gente à espera.

Acabámos por dar banho ao Tiago e de o por na cama, ainda com o canalizador a fazer acabamentos.

No final, respirámos de alívio. Pagámos € 949, mas já só pensávamos em recuperar a nossa casa de banho. Tudo estava, aparentemente, bem.

Hoje decidi dar banho ao Tiago na banheira nova. Apesar da casa de banho ainda estar um nojo e ser preciso ter cuidado com a silicone à volta da banheira, aquilo era só lavar, encher com um bocadinho de água e podia dar-lhe banho assim, já que ele odeia a banheira pequena e chora o tempo todo.

Para encurtar um bocado a história, a conclusão é que a água na banheira não aquecia nem por nada. Testei o lavatório e o esquentador nem ligava. No bidé havia água quente sem problemas.

Ai.

Quase que me deu uma cólica.

Mas o que raio se poderia passar? Felizmente, conheço uma pessoa que não só sabe destas trampas, como é um amigo que nunca falha. E foi assim que estive as duas horas seguintes, com o Mac para trás e para a frente, a falar com o Fafonso pelo messenger.

Ele ia-me dando instruções de experiências com a canalização e eu ia cumprindo os passos. Acabámos por chegar a uma conclusão: a torneira da banheira, que tem um termostato integrado, recorre a uma válvula de retorno que impede que a água fria e quente se misturem na canalização.

Segundo o manual da torneira, quando a válvula fica muito suja, as águas misturam-se e o resultado é água fria a circular na canalização da água quente e vice versa.

Fez-se o teste e batia certo: com o bidé a deitar água quente, fechei a válvula da dita, na parede… mas a torneira continuava a deitar água. Ora, com a água quente fechada na parede, não devia sair nada se sai água – fria, claro – é porque há água a circular por canos errados.

Solução: desmontar a torneira!

Aaaaaaaaaaaaaaaaaargh!

ok, calma… respirar fundo. É preciso desmontar a torneira e remover a válvula de retorno e limpar a dita. A torneira passou 4 dias numa casa de banho a ser completamente coberta de pó de tijolo, cimento e azulejo, é natural que algo tenha ficado porco.

Tirei a gaja apenas para concluir que não tenho nenhuma chave sextavada de 12 mm para remover a válvula. Vai, portanto, ter que ficar para amanhã.

Não percam as cenas dos próximos capítulos em que o Pedro vai à Leroy comprar ferramentas e ataca a torneira por trás, com grande intencionalidade!

[tags]torneira, canalização, caos[/tags]

Tags

. .

Deixar comentário. Permalink.

11 Responses to “Quando pensavas que estava tudo bem…”

  1. Nmerdas says:

    mas…

    como é que tu não tens uma chave sextavada de 12mm em casa?!!

    e como é que tu dás o guito assim ao canalizador??

    :D

  2. fds, esta história já dava um livro!

  3. Macaco says:

    Oh NMerdas, olha que uma chave sextavada de 12 mm é uma coisa razoavelmente invulgar. É uma allen tipo matacão que nem existe em conjuntos de chaves, só mesmo comprada especialmente à parte.

  4. tony says:

    Esta história já está a ficar longa demais! A saga tem de acabar no próximo episódio!

  5. Eu proponho que depois de dares uso à chave, a vendas no eBay.

  6. Nmerdas says:

    Eu nem sei o que é uma chave sextavada… :)

    Abraço grande,
    Nelson

  7. Miguel Arroz says:

    Viva!

    Torneiras com valvula e termostato!? Mas tu moras numa casa ou na enterprise!? Porra! Esses gajos passam a vida a inventar e quem se lixa somos nós! Es tu com as torneiras e eu com os esquentadores…

    Cumprimentos

    Miguel Arroz

  8. Uma coisa para alegrar nesta hora má

  9. Macaco says:

    Ah Miguel, mas esta torneira comprei-a eu de propósito, já há um ano. E foi uma grande compra: ajustas o termostato e pim: água à temperatura que tu gostas para o banho.

  10. Pedro Rebelo says:

    Aventuras de canos… Desejo-te melhor sorte…

  11. Canalizador says:

    Caro amigo,
    percebe-se a dificuldade em chamar um canalizador quando o ultimo lhe levou 949€… no entanto acredite que não somos todos assim e há mesmo algumas coisas que não vale a pena tentar consertar sozinho.

    Um abraço
    João

Leave a Reply