Macacos sem galho

Tiálogos III. As noites.

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Tiago, fez ontem, dia 22 de Março, uma semana que vieste para casa connosco e onze dias que nasceste. Antes de nasceres toda a gente me queria dar conselhos e rapidamente me apercebi que o conselho era sempre o mesmo.

Chamei-lhe “conselho número dois”. Não que existisse um conselho número um, mas pelo menos isto deixava as pessoas a pensar no assunto (toma nota…). Às tantas, quando me perguntavam se podiam dar um conselho ou – os mais ousados – me diziam que me iam dar um conselho, eu perguntava logo: espera aí… é o conselho número dois?

Invariavelmente preplexas, as pessoas respondiam que não sabiam, mas queriam apenas aconselhar-me que dormisse. Que dormisse muito antes de tu nasceres, para aproveitar.

Era este o conselho número dois: dormir.

Quando nasceste, pouca gente deu conselhos, mas ainda assim, houve quem me afiançasse que não iria dormir nos próximos dois anos. DOIS, vê tu bem.

Bom, tudo isto para dizer o quê? Que ao fim de uma semana em casa, só tiveste uma noite má. Cheio de dores de barriga, incapaz de adormecer, berraste até às seis da manhã, quase sem parar.

Tirando isso, tens sido um gajo mesmo porreiro. Dormes umas três horas, acordas para comer, mas sem choros, só uns resmungos. Muda-se-te a fralda, mamas e voltas a adormecer. Quando te pomos de volta no berço já tás como hás-de ir.

Não sei se o conselho número dois é pura tanga ou se, simplesmente, os outros bebés são uns chatos e tu és bestialmente calmo. Como é evidente, prefiro pensar que és mesmo tu que és especial e que todos os que me deram o conselho número dois vão roer-se de inveja de não terem tido um bebé tão calmo como tu.

Não me quero precipitar. Uma semana em casa não é propriamente uma eternidade e não sei se não te tornarás um rebelde noctívago, mas so far, so good.

[tags]Tiago,tiálogos,noites[/tags]

Tags

. .

Deixar comentário. Permalink.

3 Responses to “Tiálogos III. As noites.”

  1. Manhente says:

    Let’s hope, let’s hope!

    Mais uma pista para a minha premonição: temos filósofo – até de noite pensa e repensa, a marimbar-se para os pais… a não ser para a tetinha da mãe, claro :-)

  2. artur says:

    O Tiago veio ao mundo para tranquilizar os pais!

  3. morgy says:

    hehe :) também já tou farta de ouvir isso!!! Posso-te dizer o que li no livro do Brazelton, entre as 3 e as 12 semanas é normal o bebé ter um período de choro ao final do dia. Daqueles choros que como não é fome, nem frio, nem calor, nem fralda, etc é geralmente designado de cólicas.
    O que diz o Brazelton é que se trata de um excesso de estímulo, e aquele choro é a forma de o bebé extravasar :)

Leave a Reply

Temas

Categorias