Macacos sem galho

Algumas pessoas que não fazem cá falta nenhuma

Publicado em , por Pedro Couto e Santos

Cientologistas, gangsters, bombistas suícidas, papas, presidentes e prospectores de petróleo. Labregos, campistas, automobilistas, dirigentes de futebol, alarmistas, governadores de bancos e mulheres que usam calças curtas com botas. Gajos que escarram no chão, trapezistas, palhaços e anões de circo. E, na verdade, circos no geral. Pessoas que são famosas por serem conhecidas e pessoas que são conhecidas por serem famosas. “Personalidades da tv”, “individualidades” (especialmente “altas individualidades”) e “celebridades”. Taxistas, camionistas, empregadas de mesa que fingem que não vêem os clientes, empregados de balcão com unhas porcas. Funcionários de repartições públicas, telemarketers e evangelistas. Músicos de rua, pedintes, passadores de droga, ladrões e assassinos. Bombeiros que não estejam a combater fogos, polícias de trânsito, jogadores de ténis, estudantes universitários de traje, estudantes universitários mesmo sem traje. Pessoas novas demais, pessoas velhas demais, homens barrigudos de bigode com pulseiras de ouro e mulheres feias baixas e gordas com varizes. Homens de boina com menos de 50 anos, brancos vestidos à preto e pretos vestidos à branco, administradores de empresas, condutores de SUVs, pessoas que inventam nomes como “SUV”, tipos que ainda se vestem à metaleiro, 20 anos depois, putos vestidos à hippy como se fosse uma coisa nova, qualquer pessoa que use botas de cowboy e não seja cowboy. Cowboys. Fascistas, comunistas, anarquistas, monárquicos e distribuidores de publicidade. Políticos. Pessoas estúpidas, pessoas feias, pessoas com mau gosto (as últimas três têm tendência para se juntar numa só). Ladrões, vigaristas e mentirosos. Intelectuais, carregadores de móveis, calceteiros, entrevistadores televisivos e padres. Judocas, montanhistas, turistas e jornalistas. Gajos que não lavam as mãos depois de ir à casa de banho, qualquer pessoa que me toque e eu não conheça de lado nenhum. Algumas pessoas que me tocam e eu conheço razoavelmente bem. Velhas que não andam nem desandam, pessoas que vivem de comentar a vida dos outros, homens que não conseguem conversar se o tema não for futebol e alcóolicos. Mormons, tipos que usam termos ingleses em reuniões porque lhes parece cool, apesar de não saberem sequer escrever “timing”, pessoas barulhentas, gordos, fumadores inflexíveis (e alguns dos flexíveis), pára-quedistas e ciclistas. Qualquer pessoa que trabalhe na bolsa, qualquer pessoa que compreenda a bolsa, gajos que nunca tiram o boné. Hooligans, adolescentes, pessoas que gostam de pombos, tipos que usam camisas azuis com colarinho e punhos brancos, toda a gente no metro de Lisboa e adeptos do tuning. Pescadores, o Harry Potter, toda a gente que adora o “Amélie”, caçadores, o Roberto Benigni e adminsitradores de organizações sem fins lucrativos. Analfabetos, vendedores, agricultores, pessoas que lêem o “24 Horas” e pessoas que vêem a TVI. Criadores de cães, meninas que andam a cavalo, retornados das ex-colónias que não se calam com histórias de como “em África é que era bom”, egocêntricos e guardas nacionais republicanos. Drogados, cristãos, militares, modelos e publicitários. Tipos que vão para o cinema falar ou comer ou ambos. Pessoas que levam recém-nascidos para o supermercado, pessoas que estejam num raio de 100 metros à minha volta, gajos que mexem em tudo e não voltam a por no sítio, pessoas que fazem demasiadas perguntas, mulheres excessivamente maquilhadas, homens com o casaquinho pelos ombros, louras ao volante de Mercedes, qualquer pessoa que conduza um jipe para subir passeios, gajos que acham que sabem tudo. Condutores de autocarro, pessoas que estacionam mal de propósito, gajos que enganam as mulheres e tipas que enganam os maridos, pessoas que não páram de falar ao telemóvel. Jogadores de futebol, poetas e pessoas sem sentido de humor.

Tags

.

Deixar comentário. Permalink.

24 Responses to “Algumas pessoas que não fazem cá falta nenhuma”

  1. joaon says:

    Err… Esqueceste-te dos bloggers? :-D

  2. paco says:

    ….sei que não é a minha lista, mas eu incluía ainda todas as pessoas que dizem “por conseguinte” e “derivado a “, bem como alguns pseudo adss’s.
    De resto, a lista está perfeita.

  3. artur says:

    Parece a Cena do ódio, do Almada Negreiros – vale a pena ler (ou reler)

  4. melusine says:

    Esqueceste-te dos rádio-amadores, vizinhos que têm pinta das barracas e senhoras que passeias os putos nos carrinhos com a cobertura de plástico – parecem os vegetais embalados no supermercado!

  5. gnoveva says:

    pensava que te salvavas, mas depois li que os egocêntricos também entram na lista..

  6. Macaco says:

    Gnoveva, tens pouco poder de observação. Egocêntrico é provavelmente a última coisa que eu sou, sou é obviamente paranóico.

  7. Muraguar é um conceito que se possa usar com pessoas ou só funciona com países??

    Isso é que era :)

  8. ahedonia says:

    Ladrões não fazem falta 2 vezes por alguma razão em especial?
    Acrescentar também jogadores de jogos de cartas temáticas, e de jogos de computador em geral, WoW em particular! Era espetá-os num pau com uma fogueira por baixo, feita com os baralhos de cartas/material informatico

  9. Bifido says:

    Já dezia o outro: Um homem morto é mais útil ao equilibrio do planeta que um homem vivo.

  10. pachita says:

    Bravo!

    Acrescento: …mulheres com unhas de gel, homens que vão para o ginásio de fato, homens que gostam de risoto só porque é fino dizer risoto, pessoas que passam a vida a mostrar fotos do/a filho/a no baptizado, na escola, no banho, no pediatra, na bicicleta, a dormir, colegas de trabalho que só falam de bordados e receitas, pessoas que não sabem escrever português, homens que querem viver à conta das namoradas, pessoas que passam a vida a arrotar postas de pescada e a dar conselhos mas que se descartam quando se lhes pede algo, pessoas fúteis e superficiais, pessoas que não lêem livros, pessoas que têm livros em casa só para combinar com os cortinados, pessoas que têm autocolantes nos carros, pessoas que acham que são melhores só porque têm uma casa numa zona chique(?) da cidade ou porque têm um carro xpto, pessoas que não gostam de animais, pessoas que se bronzeam no solário.

    Ufa. É melhor ficar por aqui. :)

  11. Macaco says:

    É viciante, não é? Toda a gente devia ter uma lista destas.

  12. Lena says:

    Gnoveva, também lá estás. Pela tua resposta, és a última.
    Eu acrescentava as pessoas que andam a 40 km/h na faixa da esquerda das Auto-Estradas..

  13. melusine says:

    LOL, bem notado Lena!
    Eu estou… pelo menos porque gosto do “Amélie”, mas é capaz de haver mais alguma coisa…

  14. conchita says:

    Homens com cueca tanga, de bigode. Pessoas que quando não tomam banho enfrascam-se de perfume; linguagem a “mene”; pessoas que não deixam os outros falar, etc, etc…

  15. gnoveva says:

    sra. dona Lena, sofre de dupla personalidade?

    [agora sou banida só porque tenho uma opinião contraditória? que fascismo. ]

  16. ComentadordeServiço says:

    Até há insultos num post tão benigno. Isto é para comentar, nao é para insultar. tenham calma; a vida já é tão dificil ainda querem torna-la stressante e triste. Se querem bater em alguem não o façam neste blog. respeito e responsabilidade por favor.

  17. olga says:

    isto é de por as mãos á cabeça, eu também lá estou, não por passar o tempo todo a falar do filho, mas sim do neto,não sei se me escapou alguma coisa mas acho que faltam aquelas pessoas chatas que se repetem milhares de vezes e quando as esncontramos falam outra vez do mesmo sem parar, e as que quando lhe damos uma noticia, boa ou má (é igual) a elas já lhes aconteceu igual ou pior, se comprás-te um carro de 30.000€ elas conpraram por 40.000€ e coisas dete tipo emfim e todos nós que olhamos para essas pessoas e se calhar fazemos igual sem dar por isso….enfim a vida é bela e é bom falar dos males dos outros para esquecer os nossos próprios males

  18. Spix says:

    tipo entao quem faz falta? secalhar era melhor pores quem faz falta…. se arranjares alguem pois hahaha

  19. Hum, olha… pessoas com sentido de humor, fazem sempre falta! :-)

  20. Guilherme says:

    Poderias tirar de lá os Comunistas e adicionar os Estalinistas e os Nacionalistas.

  21. Afonso says:

    acho que faltam os labregos

Leave a Reply