Fim do mundo

Publicado em , por macaco

Hoje sonhei com o fim do mundo. Era um dilvio, o que pouco original.

Mas era bonito. Chuva, ondas, gua por todo o lado.
Gostei.

Comentar

Tags

Quote mode

Publicado em , por macaco

Uma das minhas passagens favoritas:

“Home,
Home again.
I like to be here, when I can.
When I come home, cold and tired
It’s good to warm my bones beside the fire.”

– Pink Floyd, “Time” do “Dark side of the Moon”

Mas muito melhor ouvir o Dave canta-lo.

Comentar

Tags

Carta ao tio Henriques

Publicado em , por macaco

Tio,

C te escrevo. Como te encontras, velho pirata? Um p na terra outro na gua, a olhar em frente, como sempre?

Como sempre.

Lamento no ter nada de bom para te contar. Lamento e lamento novamente. Lamento-me. Tenho o tecto a cair, uma chatice. J mandei arranjar, mas nada. J subi ao escadote e andei para l, mas sabes que nunca fui bom nestas coisas.

Resultado: acabou por cair ainda mais por l ter ido mexer.

Tenho tido frio e calor, alternadamente. No tenho tido descanso, nem paz por causa da maldita goteira na casa de banho. Sabes? Aquela que uma vez me ajudaste a arranjar… est outra vez na mesma: pinga, pinga num ritmo varivel, pinga e no me d descanso. Como anseio por uma torneira que, pingando, pingue sempre na mesma cadncia… algo simples, algo a que eu possa bater o p e talvez mesmo cantar.

Tio, encontrei um saco na mata atrs do casebre. L no fundo, no stio onde a terra se encontra com a estrada e depois disso, mais terra, mais rvores… encontrei l um saco. Ainda o trouxe para casa, mas estava roto. Sei que sabes remendar estas coisas, portanto guardo-o c em casa para quando c vieres. Talvez at te d jeito para levares os livros.

Sinto-me lento, tio. Sinto-me parar. Estou cansado. Tenho pensado pegar num cavalo e num cantil e ir para Norte, s terras do velho pai, para l do Inverno e passar l uma temporada. Fazer coisas simples, apalpar o tempo, dormir.

Sinto-me imvel. Mais do que imvel, imovvel. Precisava se calhar que viesses at c para falarmos um bocado. Bebamos um copo, comamos umas castanhas, podias vir… antes que fique mais frio, antes que caia o resto do tecto.

Volto ao trabalho agora, tio Henriques, tenho coisas para fazer. Mais logo passo no pntano e trago-te notcias de l. Se no me afogar.

Se no me afogar, tio, escrevo-te em breve.

Teu sobrinho.

Comentar

Tags

Assassinato como possibilidade

Publicado em , por macaco

Estou desesperado.

Durante toda a semana tento deitar-me por volta da meia noite e ignorar o vizinho que tem a televiso em altos berros na TVI, s vezes at uma da manh. Levanto-me todos os dias s sete da manh.

Quando chego ao fim de semana, fao tenes de dormir at mais tarde. At s dez j seria muito bom… mas por volta das nove da manh, s vezes oito e meia, comea-se a ouvir uns fadunchos em altos berros.

uma irritao, a msica est to alta que completamente impossvel tentar dormir. O mais curioso que, msica assim to alta s podia estar a vir do vizinho de cima… mas na semana passada resolvi sair para escada para me certificar e qual no foi o meu espanto quando percebi que a msica vinha, na verdade, do sexto andar. Eu vivo no oitavo.

O som to inacreditavelmente alto que se ouve, distintamente, dois andares acima. Sabendo que normalmente o som viaja melhor para baixo, imagino o que sofrem os vizinhos do quinto e quarto andar.

Hoje a coisa foi ligeiramente diferente. s nove da manh comeou a ouvir-se uma voz em altos berros, parecia uma missa dita em brasileiro. Ao fim de uma hora, l se calou a voz, apenas para ser substituda pela msica do costume… at j a conheo… os acordes de fado, a voz lamentosa.

Comeo a ver o assassinato como uma boa possiblidade.

O que eu sei que isto no pode continuar por muito mais tempo.

Comentar

Tags

Nem de propsito!

Publicado em , por macaco

Nem andava procura, mas deparei com esta imagem… nem de propsito teria encontrado melhor ilustrao do que queria dizer no meu post sobre este mesmo assunto.

shytole.jpg

Comentar

Tags

Fim do mundo

Publicado em , por macaco

Hoje sonhei com o fim do mundo. Era um dilvio, o que pouco original. Mas era bonito. Chuva, ondas, gua por todo o lado. Gostei.

Ler o resto

Quote mode

Publicado em , por macaco

Uma das minhas passagens favoritas: “Home, Home again. I like to be here, when I can. When I come home, cold and tired It’s good to warm my bones beside the fire.” – Pink Floyd, “Time” do “Dark side of the Moon” Mas muito melhor ouvir o Dave canta-lo.

Ler o resto

Carta ao tio Henriques

Publicado em , por macaco

Tio, C te escrevo. Como te encontras, velho pirata? Um p na terra outro na gua, a olhar em frente, como sempre? Como sempre. Lamento no ter nada de bom para te contar. Lamento e lamento novamente. Lamento-me. Tenho o tecto a cair, uma chatice. J mandei arranjar, mas nada. J subi ao escadote […]

Ler o resto

Assassinato como possibilidade

Publicado em , por macaco

Estou desesperado. Durante toda a semana tento deitar-me por volta da meia noite e ignorar o vizinho que tem a televiso em altos berros na TVI, s vezes at uma da manh. Levanto-me todos os dias s sete da manh. Quando chego ao fim de semana, fao tenes de dormir at mais tarde. At […]

Ler o resto

Nem de propsito!

Publicado em , por macaco

Nem andava procura, mas deparei com esta imagem… nem de propsito teria encontrado melhor ilustrao do que queria dizer no meu post sobre este mesmo assunto.

Ler o resto

Redes de Camaradas

 
Facebook
Twitter
Instagram