O Fehr

Publicado em , por macaco

No dia 25 estava sentado em casa dos meus pais, a ver o Benfica sofrer frente ao Guimares para tentar no se afundar ainda mais na tabela… enfim, daquelas coisas.

Tinha acabado de ser golo e o jogo estava quase a acabar, as coisas corriam to bem quanto podiam estar a correr num jogo mau e desinteressante, ainda por cima chuva, num campo nojento, coberto de lama.

E ento, depois de um carto amarelo pattico, apangio dos rbitros portugueses, o Fehr, dobrou-se para a frente, na sala algum disse “belo rabo, hein” e depois ele caiu para trs, morto. Ficmos todos mais ou menos aparvalhados.

Todos os dias morrem pessoas, um facto. Pessoas jovens ou idosas, adultos e crianas, mulheres e homens, mas por qualquer razo, toda aquela cena me deixou um bocado chocado com reaces que no sei bem explicar.

Nos dias que se seguiram, a comunicao social portuguesa explorou ao mximo o acontecimento para seu benefcio prprio, tentando fazer os possveis e impossveis para ganhar dinheiro com a morte. Todos os directores de informao das televises e os directores de jornais por esse Portugal fora deve estar entusiasmadssimos com os lucros que a morte do Fehr lhes deu.

H limites, acho eu. E mais uma vez – se bem que sem grande surpresa, diga-se – eles foram largamente ultrapassados.

Quanto ao Hngaro, que morreu em campo, em Guimares, aos 24 anos: acabram-se-lhe as preocupaes, a morte para os vivos.

Comentar

Tags

Lista actualizada de coisas que no suporto

Publicado em , por macaco

S para no esquecer:

1 – A utilizao da palavra “galctico” para descrever algo de fantstico e/ou famoso, noramalmente jogadores de futebol.

2 – As botas e sapatos de mulher que terminam em bico, tipo-palhao

3 – A mania da pedofilia (enough said).

4 – Pessoas que vestem t-shirts ao assento do carro e pem lencinhos no encosto de cabea

5 – Pessoas que abrem o chapu de chuva em pequenos percursos com muita gente, como do terminal at ao cacilheiro.

6 – Pessoas que andam com fitinhas sem nada pendurado, volta do pescoo. Ou mesmo as que penduram a chave do carro, ou a chave de casa… que espcie de joalharia decorativa aquela? A que ponto chegou a nossa civilizao que, por causa de uma moda, vemos homens adultos a passear-se com a chave do carro pendurada ao pescoo como se isso fosse normal?

Comentar

Tags

When I’m 64

Publicado em , por macaco

Entre o Vero e o Inverno de 2003, perdi cerca de 7 kg.

Quando fiz 30 anos, em Junho, pesava 74 kg., que era o mximo que j tinha pesado. No final do ano tinha mais ou menos estabilizado nos 67 kg.

Ontem noite pesei-me, coisa que j no fazia h muito tempo e estou com 65 kg. J no falta muito para os 64…

Comentar

Tags

Mais duas coisas que no suporto

Publicado em , por macaco

Aqui vo mais duas coisas que no suporto para a lista:

1 – Pessoas que vestem os bancos do carro. H trs tipos distintos: o primeiro simplesmente cobre o assento com uma cobertura fabricada para o efeito e no se encaixam muito bem no grupo de pessoas que vestem os bancos do carro, porque na verdade trata-se apenas de cobrir os ditos para os proteger, enfim… talvez seja comparvel s pessoas que cobrem os sofs com plstico.

O segundo e terceiro tipo so aqueles que verdadeiramente so insuportveis: uns vestem os assentos do carro com t-shirts e os outros pe-lhes lencinhos na “cabea”.

to “giro” (sarcasmo, sarcasmo). Todos os dias passo por um carro que tem uma tshirt vestida em cada banco e por um outro que em ambos os encostos de cabea tem pequenas e coloridas bandanas.

O que se seguir? Gravatas no espelho retrovisor? E que tal uma meia em cada pedal? Vestir os bancos dos automveis com roupinhas errado e devia ser considerado crime contra a humanidade.

2 – Pessoas que abrem o chapu de chuva no meio de grandes grupos para pequenos trajectos sob chuviscos insignificantes.

Assiste-se com frequncia a este comportamento nos transportes pblicos, por exemplo. Quando toda a gente tem que esperar que toda a gente abra o chapeuzinho de chuva para ir da paragem ao autocarro, ou do terminal ao cacilheiro. E depois no se consegue andar porque todos chocam uns com os outros e varetas passam perigosamente perto de olhos. Apetece trazer um megafone e gritar “fechem essa porra, s chuva carago! se andassem depressa j tinha passado!”

Comentar

Tags

Que se passa com os macacos?

Publicado em , por macaco

Durante uns dias o Macacos sem galho esteve inacessvel via www.macacos.com. S quem conhecia o url gridpoint.maquina.com/~solo/ que conseguia aceder.

A coisa j me parecia estranha, porque os outros domnios que esto no mesmo DNS estavam a funcionar. At que um belo dia se fez luz (coisa rara). Tinha deixado expirar o domnio. Mas j est tudo normal outra vez, pelo menos at 2007.

Bem vindos de volta a este antro de perdio.

Comentar

Tags

O Fehr

Publicado em , por macaco

No dia 25 estava sentado em casa dos meus pais, a ver o Benfica sofrer frente ao Guimares para tentar no se afundar ainda mais na tabela… enfim, daquelas coisas. Tinha acabado de ser golo e o jogo estava quase a acabar, as coisas corriam to bem quanto podiam estar a correr num jogo mau […]

Ler o resto

Lista actualizada de coisas que no suporto

Publicado em , por macaco

S para no esquecer: 1 – A utilizao da palavra “galctico” para descrever algo de fantstico e/ou famoso, noramalmente jogadores de futebol. 2 – As botas e sapatos de mulher que terminam em bico, tipo-palhao 3 – A mania da pedofilia (enough said). 4 – Pessoas que vestem t-shirts ao assento do carro e pem […]

Ler o resto

When I’m 64

Publicado em , por macaco

Entre o Vero e o Inverno de 2003, perdi cerca de 7 kg. Quando fiz 30 anos, em Junho, pesava 74 kg., que era o mximo que j tinha pesado. No final do ano tinha mais ou menos estabilizado nos 67 kg. Ontem noite pesei-me, coisa que j no fazia h muito tempo e […]

Ler o resto

Mais duas coisas que no suporto

Publicado em , por macaco

Aqui vo mais duas coisas que no suporto para a lista: 1 – Pessoas que vestem os bancos do carro. H trs tipos distintos: o primeiro simplesmente cobre o assento com uma cobertura fabricada para o efeito e no se encaixam muito bem no grupo de pessoas que vestem os bancos do carro, porque na […]

Ler o resto

Que se passa com os macacos?

Publicado em , por macaco

Durante uns dias o Macacos sem galho esteve inacessvel via www.macacos.com. S quem conhecia o url gridpoint.maquina.com/~solo/ que conseguia aceder. A coisa j me parecia estranha, porque os outros domnios que esto no mesmo DNS estavam a funcionar. At que um belo dia se fez luz (coisa rara). Tinha deixado expirar o domnio. Mas […]

Ler o resto

Redes de Camaradas

 
Facebook
Twitter
Instagram